Pages

Salve, aqui no blogspot somente compartilhamentos, para ter acesso a um melhor conteúdo , acesse: raplongavida.com

domingo, 15 de maio de 2011

Parteum explica conceito de Cortexiphan


#Cortexiphan
Parteum volta a lançar material inédito, dessa vez, uma série de micro-mixtapes
Após o EP “A Autoridade da Razão”Parteum volta a lançar material inédito, dessa vez retomando o formato mixtape. A diferença é que você não encontrará diversos beats e rimas como em Magus Operandi, e sim tudo condensado em uma única faixa para chamar de micro-mixtape.
A primeira que abriu a série, Cortexiphan, foi lançada nesta quinta (12/05) e, aproveitando, conversamos comParteum para entender o contexto do primeiro som.
Per Raps: Afinal, o que é #Cortexiphan?
Parteum: Sou meio viciado em seriados de ficção científica. Fringe, por acaso, é o que tenho assistido com mais frequência. Um dos personagens principais, Walter Bishop, é fã de Rock Progressivo e guloseimas coloridas. Traçando um paralelo bobo entre a droga sintética que possibilita atravessar universos (que Sr. Bishop criou) e a música, pensei nessa ligação que cada ser tem com seus vícios.
A possibilidade de fazer música em qualquer lugar já me rendeu algumas situações engraçadas. Já me peguei programando teclados durante uma reunião (ou duas), tirando o telefone do bolso para gravar a idéia de uma linha de baixo no táxi, sampleando o som da TV…
Nesse primeiro episódio, (re)sampleei alguns sons (que já havia usado antes) via iPad para ver o resultado, gravei um piano com o mic do telefone lá em Minas… estou entortando minha maneira de conceber música.
Cortexiphan é estudo, assim como foi a última série de micro-mixtapes que postei no SoundCloud, 27B/6s.
A sonoridade deve variar de acordo com o que estou ouvindo no momento. Tenho ouvido muita coisa da “Golden Era”, então acabo produzindo muita coisa com baixos filtrados, baterias recortadas de Funk dos anos 70 e muito reverb.